Entrevistas

Helder Dores: “Na dislipidemia, não devemos perder tempo para começar um tratamento mais eficaz”

A dislipidemia é um dos fatores de risco cerebrovascular e cardiovascular mais prevalentes nas populações ocidentais e, em Portugal, “os valores-alvo do colesterol estão muito longe do desejável”. Quem o diz é o cardiologista do Hospital das Forças Armadas e professor da NOVA Medical School, Hélder Dores, que alerta para a existência de alguma inércia médica e enuncia as vantagens de uma abordagem terapêutica mais “agressiva”.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.