Atualidade

Hospital de Braga estreia-se a implantar pacemaker “mais pequeno do mundo”

A Equipa de Arritmologia do Hospital de Braga implantou, pela primeira vez, o pacemaker sem elétrodos — mais conhecido pelo pacemaker “mais pequeno do mundo” — através de um procedimento minimamente invasivo.

Este dispositivo consiste numa pequena cápsula que é implantada diretamente no ventrículo direito, através de um cateter inserido pela veia femoral, evitando a cicatriz da cirurgia convencional. O facto de não ter elétrodos torna este dispositivo menos suscetível a complicações a longo prazo, nomeadamente infeções ou disfunção dos elétrodos.

O novo modelo permite assegurar o ritmo cardíaco e, além disso, fazê-lo de uma forma mais fisiológica, mantendo a sincronia da contração das cavidades cardíacas. Esta nova funcionalidade vai permitir alargar o espectro de doentes candidatos a implante, que até ao momento se restringe a doentes com alto risco de infeção ou sem acessos venosos para implante de um sistema de pacemaker convencional.

Muito recente, o referido dispositivo foi lançado já no final de 2020.

Patrocínio

Os dados, opiniões e conclusões expressos nesta publicação são da exclusiva responsabilidade do(s) seu(s) autores e não representam necessariamente os de Bial, não podendo, em caso algum, ser tomado como expressão das posições de Bial. Bial não se responsabiliza pela atualidade da informação, por quaisquer erros, omissões ou imprecisões.