Entrevistas

Luís Bronze: “Sem os médicos de família, a luta contra a hipertensão estaria condenada ao fracasso”

Em entrevista ao Jornal Médico, no âmbito do Dia Mundial da Hipertensão, que se assinala a 17 de maio, o presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), cardiologista, diretor de Saúde da Marinha Portuguesa e investigador integrado do Centro de Investigação e Desenvolvimento do Instituto Universitário Militar (CIDIUM), Luís Bronze, destaca a importância dos especialistas em Medicina Geral e Familiar na gestão e acompanhamento da hipertensão. Alerta ainda para a necessidade de consciencialização e prevenção da patologia. 

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.