Entrevistas

Luís Bronze: “Sem os médicos de família, a luta contra a hipertensão estaria condenada ao fracasso”

Em entrevista ao Jornal Médico, no âmbito do Dia Mundial da Hipertensão, que se assinala a 17 de maio, o presidente da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), cardiologista, diretor de Saúde da Marinha Portuguesa e investigador integrado do Centro de Investigação e Desenvolvimento do Instituto Universitário Militar (CIDIUM), Luís Bronze, destaca a importância dos especialistas em Medicina Geral e Familiar na gestão e acompanhamento da hipertensão. Alerta ainda para a necessidade de consciencialização e prevenção da patologia. 

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.

Patrocínio

Os dados, opiniões e conclusões expressos nesta publicação são da exclusiva responsabilidade do(s) seu(s) autores e não representam necessariamente os de Bial, não podendo, em caso algum, ser tomado como expressão das posições de Bial. Bial não se responsabiliza pela atualidade da informação, por quaisquer erros, omissões ou imprecisões.