Atualidade

“Se a recuperação da continuidade assistencial não for feita pelos médicos de família, ninguém mais o vai conseguir fazer”

“O médico de família como integrador do continuum assistencial ao doente com cardiopatia isquémica” foi o tema em foco na sessão de abertura das 33.as Jornadas de Atualização Cardiológica de Medicina Geral e Familiar, numa conferência proferida por José González-Juanatey, diretor do Serviço de Cardiologia do Hospital Clínico Universitário de Santiago de Compostela, Espanha. Na opinião do especialista, “o médico de família é o verdadeiro expert do risco cardiovascular”.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.

Patrocínio

Os dados, opiniões e conclusões expressos nesta publicação são da exclusiva responsabilidade do(s) seu(s) autores e não representam necessariamente os de Bial, não podendo, em caso algum, ser tomado como expressão das posições de Bial. Bial não se responsabiliza pela atualidade da informação, por quaisquer erros, omissões ou imprecisões.