Atualidade

“Se a recuperação da continuidade assistencial não for feita pelos médicos de família, ninguém mais o vai conseguir fazer”

“O médico de família como integrador do continuum assistencial ao doente com cardiopatia isquémica” foi o tema em foco na sessão de abertura das 33.as Jornadas de Atualização Cardiológica de Medicina Geral e Familiar, numa conferência proferida por José González-Juanatey, diretor do Serviço de Cardiologia do Hospital Clínico Universitário de Santiago de Compostela, Espanha. Na opinião do especialista, “o médico de família é o verdadeiro expert do risco cardiovascular”.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.