Qual o papel dos lípidos na aterosclerose e quão baixo devemos descer os seus níveis plasmáticos?

Apesar do progresso substancial ao nível das ferramentas de diagnóstico atualmente disponíveis e das modalidades terapêuticas, a doença cardiovascular aterosclerótica (ASCVD) permanece a causa líder de mortalidade mundial, sendo a retenção de lipoproteínas com apolipoproteína B na parede arterial o evento inicial-chave na fisiopatologia desta doença. No ESC2020, Konstantinos C. Koskinas focou o papel dos lípidos no desenvolvimento de aterosclerose, assim como os alvos atualmente recomendados para o tratamento de redução de lípidos.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.