Estudo conclui que trabalhar em excesso pode provocar problemas cardíacos

Um estudo em coautoria, com assinatura da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), concluiu que trabalhar mais de 55 horas por semana eleva as probabilidades de morte por doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais (AVC).

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.

Patrocínio

Os dados, opiniões e conclusões expressos nesta publicação são da exclusiva responsabilidade do(s) seu(s) autores e não representam necessariamente os de Bial, não podendo, em caso algum, ser tomado como expressão das posições de Bial. Bial não se responsabiliza pela atualidade da informação, por quaisquer erros, omissões ou imprecisões.