Aumenta número de tratamentos a doentes com AVC agudo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou que o número de doentes tratados precocemente com revascularização, nos hospitais, aumentou significativamente, apontando que metade dos internados com acidente vascular cerebral (AVC) faz o tratamento em unidades especializadas (UAVC).

“Os elementos recolhidos junto das unidades hospitalares revelam que, entre (…) 25 mil doentes internados anualmente por AVC isquémico ou hemorrágico, cerca de 50% são tratados em UAVC, percentagem que tem aumentado progressivamente ao longo dos anos”, lê-se no site da DGS.

A DGS assinala que, “em 2019, de 25.105 doentes admitidos por AVC nos hospitais públicos, foram internados em UAVC 12.996 (…), 9.841 por AVC isquémico, dos quais 2.467 foram tratados com medicamentos trombolíticos, e 2.057 (…) submetidos a tratamento de trombectomia endovascular”.

Além disso, “o número de doentes com AVC isquémico tratados precocemente com estas terapêuticas de revascularização tem também aumentado”, aponta-se no texto, quantificando que, “em 2017, de 20.505 doentes internados por AVC isquémico, há registo de 1.617 terem efetuado tratamento com medicamentos trombolíticos e de 1.297 (…) submetidos a trombectomia endovascular”.

Segundo a DGS, os números estão em linha com os objetivos europeus até final desta década: “Em 2019 foram, assim, tratados com medicamentos trombolíticos 12% dos doentes com AVC isquémico e 10% com trombectomia endovascular, o que está alinhado com os objetivos do Plano de Ação para o AVC na Europa até 2030 (objetivo de alcançar pelo menos 15% e 5%, relativamente a estes indicadores de tratamento), com que a DGS se comprometeu a colaborar”.

Patrocínio

Os dados, opiniões e conclusões expressos nesta publicação são da exclusiva responsabilidade do(s) seu(s) autores e não representam necessariamente os de Bial, não podendo, em caso algum, ser tomado como expressão das posições de Bial. Bial não se responsabiliza pela atualidade da informação, por quaisquer erros, omissões ou imprecisões.